Sessão de Cinema: O curioso caso de Benjamin Button - Entre Sujeitos e Verbos

26/04/2013

Sessão de Cinema: O curioso caso de Benjamin Button







Título original: The Curious Case of Benjamin Button
Gênero: drama, fantasia, romance
Duração: 2h 46min
3 Oscar 2009








Sinopse: Nova Orleans, 1918. Benjamin Button (Brad Pitt) nasceu de forma incomum, com a aparência e doenças de uma pessoa em torno dos oitenta anos mesmo sendo um bebê. Ao invés de envelhecer com o passar do tempo, Button rejuvenesce. Quando ainda criança ele conhece Daisy (Cate Blanchett), da mesma idade que ele, por quem se apaixona. É preciso esperar que Daisy cresça, tornando-se uma mulher, e que Benjamin rejuvenesça para que, quando tiverem idades parecidas, possam enfim se envolver.

Muita gente já, pelo menos, ouviu falar de "O curioso caso de Benjamin Button". O filme é baseado no conto de mesmo nome do escritor F. Scott Fitzgerald. Concorreu a 13 Oscar em 2009 e levou 3: melhor direção de arte, melhor maquiagem e efeitos especiais. Fazia tempo que eu estava curiosa pra ver como o bebê nasce "velho" e vai rejuvenescendo com o passar do tempo. O pessoal da maquiagem caprichou!

O filme é triste, vou logo avisando. Isso porque remete aos extremos da vida, nascimento e morte, a que todos estamos sujeitos. Por outro lado, percebemos que algumas coisas fogem à nossa vontade, no caso de Benjamin, ter nascido doente, mas sempre podemos tentar fazer o melhor que pudermos. Muitas coisas podem fugir de nossa capacidade mas somos capazes de conseguir muitas outras se quisermos.

O filme é muito bom, recomendo! Alguém aí já assistiu?

2 comentários:

  1. Apesar de longo, eu adoro este filme, vira e mexe eu vejo em algum teles da vida.
    O amor floresce de cada forma espetacular.

    ResponderExcluir

Siga no Facebook

Siga no Instagram

A partir do dia 03/08/2013, as fotos são de autoria do autor do post, quando não indicado o contrário.
Antes dessa data, as fotos utilizadas aqui no blog foram encontradas na internet, quando não indicado o contrário. Se você é ou conhece o autor, informe nos comentários e colocarei os devidos créditos :)