Amor de Primavera - Entre Sujeitos e Verbos

08/04/2013

Amor de Primavera

(foto feita por mim)

Na primavera as flores desabrocham. O sol e a chuva formam o clima perfeito pro surgimento de flores cheias de cores e cheiros. E assim foi o nosso amor. Primeiro, uma sementinha tímida. Ninguém daria nada por ela. Pequenina, guardava dentro de si, sem que ninguém pudesse ver, uma formosura só dela. Mas frágil também. Exigia (e ainda exige) muitos cuidados.

A pequena sementinha foi crescendo e se tornou um mimoso botão. Um botão ainda não é uma flor mas é capaz de fazer os olhos de um casal apaixonado brilhar ao sonhar com a linda flor que está guardadinha ali dentro. O botão é o indicador de que algo maravilhoso está por vir. Pronto pra surpreender.

Desabrochou. E fez isso por não caber mais nela um amor tão grandioso. Uma mistura de cores e aromas capaz de provocar as mais intensas sensações. E de transformar o mundo ao seu redor. O ar muda de tom, as borboletas passam a visitar o local, tudo se torna mais mágico!

4 comentários:

  1. Amei o texto,lindíssimo,principalmente em "Desabrochou. E fez isso por não caber mais nela um amor tão grandioso",pra uma quase apaixonada como eu é ainda mais lindo,rsrs.
    http://sociedadedegarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto!!!

    ResponderExcluir

Siga no Facebook

Siga no Instagram

A partir do dia 03/08/2013, as fotos são de autoria do autor do post, quando não indicado o contrário.
Antes dessa data, as fotos utilizadas aqui no blog foram encontradas na internet, quando não indicado o contrário. Se você é ou conhece o autor, informe nos comentários e colocarei os devidos créditos :)