Não somos. Quando seremos? - Entre Sujeitos e Verbos

04/07/2013

Não somos. Quando seremos?

Dentro de mim mora uma esperança que sempre me faz acreditar que é você chegando por trás, tapando-me os olhos e perguntando “quem é?" Mas não. Sempre acho e nunca é. Tenho medo de ficar com medo de ser decepcionada de novo e acabar deixando você ir embora quando finalmente nos encontrarmos.

Sempre somos um "quase lá". Ou, na verdade, não somos nunca. Sempre acho que somos, mas sejamos sinceros, não é verdade. Nunca chegamos nem perto de ser. Sou só eu, cá. E você, lá. E eu sempre acabo abrindo um espaço, por menor que seja, pra um "nós" que nunca vem. O resultado disso é esse "quase lá" que sufoca, esse "e se..." que nos enche o pensamento. Um emaranhado de "porquês" não respondidos.

Então, a esperança de que falei no início é que mantém a coisa nos eixos, pelo menos, às vezes. A ideia de que seremos um dia. E, quando esse dia chegar, essas confusões todas farão sentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga no Facebook

Siga no Instagram

A partir do dia 03/08/2013, as fotos são de autoria do autor do post, quando não indicado o contrário.
Antes dessa data, as fotos utilizadas aqui no blog foram encontradas na internet, quando não indicado o contrário. Se você é ou conhece o autor, informe nos comentários e colocarei os devidos créditos :)