Sobre aquilo que a gente não entende - Entre Sujeitos e Verbos

19/05/2014

Sobre aquilo que a gente não entende

Foto: Reprodução
Sei que entender faz parte da condição humana. Ou tentar entender, pelo menos. Porque o homem é u ser racional e entender faz parte da racionalidade. Isso é muito importante, eu sei. Possibilitou a criação de muitas coisas. Para o bem ou para o mal. Mas acontece que, infelizmente ou felizmente, nem tudo pode ser entendido pela gente.

E nessa ânsia de entender tudo de qualquer maneira, aquilo que não entendemos é considerado absurdo. Impossível. Inimaginável. Inexistente. Inaceitável. Como somos bobos! E pequenos. E vivemos apenas no nosso mundinho racionalmente explicável. Porque a chuva cai. Porque o céu é azul. Porque, porque, porque... Palavrinha que nos acompanha desde a infância.

Se aceitássemos que nem tudo pode ser entendido pela gente. Que tem coisa que só vai fazer sentido um dia. Daqui a uma semana. Daqui a dez anos. Que tem coisa que mesmo que nos expliquem, não vai ser aceitável. A vida seria bem melhor. Se deixássemos de perder tempo tentando entender o inintendível. Se parássemos de culpar o que não sabemos. Se aceitássemos que não podemos saber tudo.

Quem sabe assim as coisas começassem a fazer mais sentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga no Facebook

Siga no Instagram

A partir do dia 03/08/2013, as fotos são de autoria do autor do post, quando não indicado o contrário.
Antes dessa data, as fotos utilizadas aqui no blog foram encontradas na internet, quando não indicado o contrário. Se você é ou conhece o autor, informe nos comentários e colocarei os devidos créditos :)